Fratello Uno


Voltar


Publicado em 7 de dezembro de 2015

As propriedades do maracujá


O maracujá contém alcanóides e flavonóides, substâncias que agem como tranquilizantes, analgésicos e relaxantes musculares no sistema nervoso central. Tudo isso ajuda a combater a insônia, a ansiedade e a depressão. A fruta ainda é fonte de vitaminas A, C e também as do complexo B. Elas ajudam a aumentar a eficiência do sistema imunológico, a manter a saúde emocional e mental, a combater o estresse, evitam o envelhecimento precoce das células e ainda diminuem as chances de aparecimento de tumores.

O maracujá contém também alguns sais minerais importantes para o organismo, como ferro, cálcio, sódio e fósforo, que ajudam a evitar as anemias, auxiliam no fortalecimento de ossos e dentes, na hidratação do organismo, no equilíbrio hormonal, na reparação das células e estimula a memória. Além disso, a alta concentração de fibras solúveis facilita o trânsito intestinal.

Para os diabéticos, a casca do maracujá é ótima. Ela evita os picos de insulina. Para encontrar esse benefício, utilize a farinha da fruta ou aproveite a casca no preparo de um suco, por exemplo. A farinha é um potente bloqueador de gorduras e auxilia no emagrecimento. Isso porque existe uma substância encontrada na parte branca da casca do maracujá, a pectina, que quando entra em contato com o estômago, forma uma espécie de gel que aumenta a sensação de saciedade.

As folhas podem ser utilizadas no preparo de chás, que assim como a casca, têm benefícios para os diabéticos na regulação do índice glicêmico. Já as sementes possuem um óleo com grande quantidade de ácidos graxos, que são indicados para o uso em cosméticos e, também, na cozinha.

Mas, atenção: a fruta não é indicada para as pessoas que sofrem de pressão baixa. Como a fruta tem ação sedativa, o consumo tende a baixar ainda mais a pressão do sangue e trazer problemas.